Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Confia os teus cuidados ao Senhor, e ele te susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado.

(Salmos 55:22)

Ladrões atrás das redes sociais
Fonte: IEMIF - 29/01/2016 - hmin

Capacete, luvas, camisa, bebida isotônica, smartphone com Strava habilitado… e tudo pronto para sair e rodar. Estas palavras definem o pensamento de qualquer fã de ciclismo antes de pegar estrada. É que para qualquer fã das duas rodas, é essencial ter preparados os aplicativos de esportes porque se tornaram uma parte importante do equipamento do ciclista e seu rendimento.

Neste contexto, já há um monte de ciclistas que utilizam este tipo de aplicativos esportivos, tais como Strava ou Endomondo, entre outros, que são perfeitos para armazenar e compartilhar rotas realizadas, mas a falta de conhecimento sobre os ajustes de privacidade dessas ferramentas podem dar algum que outro susto.

O que é Strava?

É um aplicativo móvel que tem uma função clara: poder compartilhar seu percurso e criar seções específicas para os amigos ou seguidores vejam seus tempos. Uma forma de controlar os treinamentos e medir o desempenho com outros que fizeram as mesmas rotas.

Strava utiliza a tecnologia GPS (Global Position System) dos smartphones para registrar todo tipo de dados relacionados com as atividades dos mesmos. Desde a velocidade ou distância percorrida até um mapa detalhado da sua rota. É uma ferramenta perfeita para avaliar os treinadores, mas tem uma desvantagem que os “amigos do alheio” estão aproveitando cada vez mais. Por causa do grande número que move o mercado ciclista, o roubo de bicicletas ocorre mais que o esperado. Não há dúvida de como é gratificante ver na tela do telefone celular o passeio que você fez adicionando uma imagem da bicicleta no topo da montanha ou em algum lugar chamativo, uma conquista que, como quase tudo hoje, é compartilhado nas redes sociais. O problema é que às vezes não são apenas amigos que estão observando os movimentos que você faz.

Ao compartilhar rotas do início ao fim, muitos desses “amigos do alheio” localizam as casas, armazéns e garagens onde as bicicletas são mantidas para aproveitar qualquer brecha e roubá-las, sem impedimento algum, como explica o sargento Danby da Polícia de Hull, na Inglaterra: “Muitos ciclistas mantem suas bicicletas em armazéns sem uma segurança mínima. Deveriam se preocupar em como e onde elas estão armazenadas. Sabemos que as pessoas usam travas de 2 euros para guardar bicicletas avaliadas em mais de US$ 3.000. Além disso, deveriam se certificar de que não fornecem informações privadas sobre locais de residência enquanto estiverem usando o aplicativo”.

ladrõesredessociais2

Os dados que se compartilham nas redes sociais nem sempre acabam por ser tão inofensivos como pensamos. Ao mostrar informação relevante, tais como fotografias da bicicleta, muitos ladrões as usam como banco para saber qual modelo e marca tem cada usuário e depois rastreá-las.

Como se proteger dos ladrões?

É melhor garantir, e para isso Simon Klima, gerente do Strava no Reino Unido, oferece as melhores opções para lidar com tais situações: “Strava dá aos usuários as ferramentas para gerenciar a informação que deseja compartilhar com amigos e seguidores. Permite estabelecer que qualquer atividade que você faça seja privada. Você também pode criar um perímetro de área privada em torno de um determinado endereço, como sua casa, escritório ou qualquer outro local desde onde você costuma iniciar a atividade e prefere manter em privado”.

Ao entrar no aplicativo, devemos ir para a seção “Privacidade” no perfil do usuário. Ali encontraremos um lugar onde adicionar várias áreas escondidas. Incluindo um endereço cria-se uma zona de 500 a 1.000 metros em torno deste ponto que ficará oculta. O único dano colateral será que as diferentes seções e segmentos que atravessem a área não serão apresentadas na rota estabelecida no mapa.

ladrõesredessociais3

Por outro lado, existe um método mais simples para que alguém possa observar o início e o fim do percurso, que geralmente coincidem com o local específico, onde a bicicleta é armazenada. Uma das principais falhas dos entusiastas do ciclismo é usar a geolocalização do ponto exato onde a bicicleta está localizada. Para fazer isso, basta ativar o aplicativo alguns minutos mais tarde, ou a uma distância de segura de modo que ninguém seja capaz de determinar o local de “descanso” de um veículo de tal valor, e que atualmente é altamente cobiçado por “amigos do alheio”.

Outra das opções é fazer com que sua conta seja privada, o que fará com que seus dados não estejam acessíveis e tê-los controlados. Ativando o modo de “Privacidade reforçada” será possível alterar as configurações do aplicativo:

Ninguém poderá nos seguir sem autorização.

Aqueles que não são seguidores de sua conta não poderão ver suas atividades.

Ocultar a lista de seguidores e seguidos, listas de quilômetros e segmentos, imagens, etc. aos que não sejam seus seguidores

Como todos sabemos, as possibilidades e vantagens das redes sociais para compartilhar informações são inquestionáveis, mas na maior parte do tempo, não há uma plena consciência do que significa segurança e privacidade nelas. Armazenar uma grande quantidade de informação dirigida a seguidores considerados “seguros”, mas sem boas configurações de privacidade, sem ajustar alguns filtros de segurança, não é de estranhar que muitos seguidores desconhecidos desencadeiem suas más intenções, aproveitando-se da situação para roubar bicicletas e controlar os movimentos dos usuários.

 
Compartilhar
Comentários
Onde Estamos:

» Av. Automóvel Clube, 17.528
Santa Cruz da Serra - Duque de Caxias - RJ

» Rua 12 n° 3  Atrás do D.P.O,  Nova Campinas, Duque de Caxias

» Rua Ubirajára n° 21, Vila Maria Helena, Duque de Caxias

» Av. Moacyr Padilha 1117, Jardim Primavera, Duque de Caxias

» Rua Leibritz antiga 27 n° 479 (CURVA DO S), Jardim Primavera, Duque de Caxias

» Regional Centro-Oeste
Rua Dr. Laureano-Qd 17-Lt 09
Vila Mauá - Goiânia -GO | Tel: (62) 3639-7480

Contato:
(021)*3658-4454
(021)*3653-4920
© 2011 Ministério Internacional Filadélfia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por InovaSite